Marketing de afiliados: Entenda o que é e como funciona esse mercado

Você sabe ou já ouviu falar sobre o que é e como funciona o Marketing de Afiliados? 

Espécie de relação comercial, o afiliado é o responsável por divulgar um infoproduto ou produto físico de um produtor ou empresa, em troca de uma comissão por cada venda realizada. Esse % varia de acordo com cada contrato estabelecido. 

Basicamente, o Marketing de Afiliados funciona da seguinte forma: 

  1. O produtor lança um produto; 
  2. O afiliado divulga o produto em seus canais;
  3. O cliente clica e realiza a compra;
  4. O link da venda é rastreado; 
  5. O produtor recebe o dinheiro da venda;
  6. O afiliado recebe a comissão pela venda.

De empresários individuais e startups para empresas imensas, qualquer um pode vender por trás de um sistema de marketing de afiliados. Para isso, somente é necessário uma ótima divulgação e uma estratégia adequada para atrair possíveis compradores. 

O afiliao também pode alcançar apenas alguns indivíduos ou até organizações inteiras. Ele tenta atrair e convencer os consumidores em potencial sobre o produto do vendedor, uma excelente maneira de trabalhar e conseguir dinheiro através da internet de uma maneira legítima. 

Tipo de divulgação para afiliados

É o afiliado quem decide se o cliente ficará sabendo ou não que ele faz parte de um sistema de marketing de afiliados. Vamos conhecer os tipos de divulgação para afiliados e os benefícios de cada um? Assim, você escolhe aquele que mais se adequa ao seu tipo de produto e a sua estratégia.

Custo por Cliente (CPC)

A função do afiliado é trabalhar ao máximo para conseguir gerar tráfego orgânico.

Não é exigido que a compra seja realizada, já que o importante são os cliques em banners, anúncios ou qualquer publicidade, sendo o Google AdSense o programa mais conhecido. 

A remuneração dependerá diretamente do desempenho da campanha do anunciante e de quantas pessoas ele irá conseguir atrair com a sua campanha.

Custo por Ação (CPA)

Aqui, o assunto já é mais complexo. A comissão do afiliado será calculada quando o cliente, além do clique, fizer qualquer tipo de ação dentro da página, como cadastro, envio de dúvidas ou, na melhor das hipóteses, realizar a compra. 

Não basta veicular a publicidade, o afiliado terá que utilizar sua influência para divulgar o produto e convencer as pessoas de que a oferta vale a pena. 

Leia também: Descubra como vender pela internet de maneira eficaz

Custo por Mil Impressões (CPM)

Quando o banner publicitário alcança mil visualizações no blog do afiliado, o anunciante faz o pagamento de um valor fixo. Podemos considerar esta forma de divulgação eficiente e prática, pois quem navega em uma página já está sendo impactado pela publicidade que está ali. 

Afiliados que possuem uma boa quantidade de visualizações em seu blog tendem a ter um interesse maior e conseguir mais benefícios através do CPM, já que serão pagos de forma recorrente e não precisam executar a venda para receber uma comissão.

Custo por Venda (CPV)

No custo por venda, o afiliado recebe do anunciante somente quando o link compartilhado por ele gera vendas. O afiliado anuncia, incentiva a venda e adquire um percentual sobre as vendas que se concretizaram. 

As compras podem ser contabilizadas a partir de códigos ou links gerados que processam a comissão de forma automática. No CPV, o afiliado precisa ter influência e credibilidade significativas perante a audiência para levar as pessoas à compra de um produto. É o método com maior retorno, mas também o mais complexo de ser realizado. 

Agora que você já sabe os tipos de divulgação para afiliados, a dúvida é: onde atuar como afiliado? 

Plataformas de afiliados 

A Hotmart trabalha principalmente com a venda de cursos online e disponibiliza a estrutura necessária para definir valores a serem pagos para os afiliados. 

O afiliado tem a liberdade de escolher qual curso combina melhor consigo mesmo e sua audiência, caso ela já exista. Dessa forma, ele irá atrair mais compradores e terá uma comissão ainda melhor. 

A Monetizze faz uma gestão do produto e dos afiliados, além dos recursos permitirem ter informações atualizadas a respeito de métricas fundamentais para melhorar a conversão e assim, aumentar a comissão conquistada pelos afiliados. 

Focada em performance, na Afilio, o cliente só paga quando seu produto mostra resultados reais e validados pela plataforma. 

Já na Eduzz, é permitido recuperar abandonos ou vendas perdidas como um todo, disponibilizando estratégias que identificam os motivos pelos quais os clientes abandonaram a compra. Nesse sentido, pode ser uma ótima ferramenta para quem está iniciando nesse ramo.

Quais canais utilizar para divulgar os produtos

Você não precisa de um canal exclusivo para ser um afiliado bem sucedido. Blogs, redes sociais e até mesmo e-mail marketing, podem ser muito úteis para alcançar uma grande parcela de consumidores. Para isso, bastam ser bem utilizados. Confira como, logo abaixo:

Blogs

Um dos principais canais para fazer marketing de afiliados, os blogs oferecem total liberdade editorial. Você faz o próprio conteúdo, seguindo a linguagem e a temática já presentes no blog, sem deixar de relacionar com o produto. 

Se o seu blog já tem um tráfego satisfatório, há maiores possibilidades de monetizar seu trabalho escrevendo para a plataforma. Aproveite para fazer resenhas dos produtos e investir em estratégia de SEO

Redes sociais 

Ótimos meios de divulgação dos produtos, as redes sociais permitem que o produtor de conteúdo exerça influência sobre seus seguidores. Instagram, Facebook, Twitter, YouTube ou Pinterest, invista na rede onde está seu público-alvo e que gera maior engajamento. 

Como essas plataformas aproximam o produtor do usuário, faça marketing apenas para produtos ou serviços que têm a ver com você e o seu estilo de vida. A credibilidade é essencial para conquistar a confiança dos seguidores. 

E-mail marketing 

Uma estratégia simples e eficaz, com o e-mail marketing o afiliado que possui uma base sólida de e-mails tem a oportunidade de construir um relacionamento a longo prazo com seus leads, entregar conteúdo de qualidade e convencer a realizar a compra. 

Também é uma forma de mostrar para as pessoas que te acompanham que você está interessado em não só realizar a venda, mas agregar valor à jornada de compra dessas pessoas, dando maior credibilidades para os seus produtos.

Benefícios de se tornar um afiliado 

Entre as inúmeras vantagens de se tornar um afiliado é que não é preciso fazer altos investimentos para começar a trabalhar. 

Como foi possível notar, a opção é uma forma eficiente para pessoas que querem ganhar algum dinheiro com a internet e não têm tempo ou possibilidade de fazer uma reserva para começar um negócio. 

Não é preciso desenvolver um produto, pois o afiliado apenas realiza a divulgação de algo que já existe e tem reputação no mercado. 

Na parte de tributos, o ideal é contar com assessoria especializada de uma contabilidade para afiliados, para pagar todos os impostos e não ter problemas com a Receita Federal,

Liberdade, praticidade e baixo custo fazem parte do Marketing de Afiliados.



Redação Cia Web Sites

Redação Cia Web Sites

Especialista em criar e otimizar sites há quase uma década. Eficiência em gerar resultados cada vez melhores, elevar o posicionamento do site e superar as expectativas dos clientes! 😉 Adora estudos, aprendizado, organização, dedicação, criatividade e "gente boa" - pessoas competentes que tornam tudo isso possível!

Comentários