5 Dicas de CRO

Em tradução literal, a sigla CRO (Conversion Rate Optimization) significa Otimização de taxa de conversão. Quando vemos o significado da sigla, a primeira coisa que vem à mente é a pergunta “conversão de que?”; a resposta varia para cada caso.

Em um e-commerce, por exemplo, estamos interessados em aumentar a conversão de vendas. Dessa forma, os esforços devem estar focados nisso, e os parâmetros de CRO também vão estar.

Embora haja uma correlação entre número de visitantes e compras no site, focar em aumentar o primeiro não é uma boa ideia. De fato, de que adianta gerar um número impressionante de visualizações se ninguém compra nada?

As otimizações, geralmente, são simples. Aliás, usar testes A/B ajuda bastante nesse processo de otimização. Ficamos mais próximos do objetivo com cada teste realizado.

Veja 5 dicas ótimas para aumentar sua taxa de conversão!

1. CRO precisa de pesquisa

Como ficou claro no início do texto, precisamos ir, aos poucos, até o objetivo desejado. Porém, não falamos de algo fundamental para isso: a pesquisa por trás do processo de otimização.

Estudar e compreender seus usuários é uma das melhores dicas que podemos dar para o aumento da conversão de seu site. Você vai poder conversar diretamente com as pessoas que sentem interesse pelo seu produto, e ainda vai saber exatamente os pontos principais do desejo deles.

Dessa forma, alterar a página de vendas ou a landing page para melhorar a conversão será bem mais fácil.

Fora as métricas coletadas direto no site, é interessante enviar questionários para seus clientes. Assim você terá dados qualitativos e quantitativos, o que permite uma análise melhor do cenário.

2. Cuide da usabilidade de seu site

A usabilidade é um ponto muito importante nos dias de hoje. Até mesmo o Google começou a testar a usabilidade dos sites. Assim, ao invés de apenas ajudar os usuários, essa métrica se tornou um fator de ranqueamento no Google.

Em resumo, a usabilidade pode ser medida pela facilidade com que os usuários navegam pelo seu site. Além disso, devemos levar em consideração os elementos que compõem seu e-commerce e a forma como estão dispostos.

Uma ótima maneira de encontrar melhorias na usabilidade de seu site é analisar mapas de calor. Em geral, os usuários clicam em elementos que não executam função alguma; tornar esses elementos reativos pode ser uma ótima jogada.

Apostar em um visual clean também permite ótimos resultados. Evite menus confusos e com muitos botões para clicar. Dê preferência ao simples e prático.

aprenda-com-especialista

Seus usuários e o próprio Google vão amar seu site!

3. Utilize técnicas de SEO

As técnicas de SEO são bastante conhecidas pela efetividade que possuem na hora de ranquear uma página. Veja algumas técnicas básicas de SEO:

  •       Escreva o título da página aproveitando a palavra-chave escolhida.
  •       Na descrição do produto, coloque ao menos 300 palavras. Embora 300 seja suficiente, você vai obter melhores resultados com 1.000.
  •       Procure responder perguntas em sua página.
  •       Utilize imagens com boa resolução e, se possível, com as especificações do produto para venda.
  •       Otimize ao máximo a página para que carregue com velocidade.

Fora as técnicas voltadas aos robôs, temos que levar em conta o SEO voltado aos usuários.

Embora seja algo estranho de se pensar, nosso cérebro funciona como um mecanismo de busca também. Dessa forma, coloque palavras com semântica para agradar e auxiliar o usuário na decisão de compra.

Se estiver vendendo um produto para emagrecer, por exemplo, aproveite as palavras “rápido”, “sem esforço”, “sem dieta”, “secar a barriga” e assim por diante. Elas com certeza vão chamar a atenção do usuário. No entanto, jamais minta para seus clientes.

4. Não se esqueça da prova social

A prova social ajuda muito na hora de aumentar a taxa de conversão, ou seja, é um elemento de peso para o CRO. É por isso que vemos provas sociais em praticamente qualquer página de vendas.

Quando estamos interessados em um produto, não clicamos em comprar direto, mas sim procuramos por mais informações. Em geral, se um conhecido possui o mesmo produto e atesta sua qualidade, com certeza vamos comprar também.

No entanto, nem sempre temos essa sorte e, por isso, recorremos à internet. Conseguimos tomar a decisão de compra após ler alguns comentários em fóruns e as avaliações do produto.

A prova social leva o segundo caso direto para a página de vendas. Por isso pode aumentar bastante a taxa de conversão de vendas.

5. Informações ajudam no CRO

As informações devem esclarecer todas as dúvidas que possam surgir no momento da decisão de compra. Isso significa, em suma, montar um FAQ inteligente dentro da página de vendas.

Além disso, informações acerca do próprio produto são excelentes para o CRO. Assim o usuário não precisa sair da página para tirar dúvidas, o que aumenta a chance de realizar uma venda.

Utilizar todas essas 5 dicas ao mesmo tempo com certeza vai contribuir muito para o CRO. Cuide dos detalhes e sempre analise os dados de seu negócio!

Está com problemas para aumentar sua conversão? A galera da Planejador Web pode te ajudar!



Toni Campos

Toni Campos

Co-Fundador da Cia Web Sites, trabalha com otimização de sites desde 2009. Apaixonado pelo que faz, dedicado e extremamente preocupado com a satisfação dos clientes. Louco por futebol (assiste até jogos da Série D), relaxa nos fins de semana tomando uma cervejinha, porque ninguém é de ferro.

Comentários