Como pequenas empresas podem vender mais em marketplaces

A venda de produtos e serviços na internet passaram a ser a principal estratégia das empresas para aumentar suas vendas.

E uma das opções mais utilizadas para gerar melhores resultados são os marketplaces, que são plataformas onde empresas comercializam seus produtos entre si.

Só para ter uma ideia, o número de lojas marketplace no mercado subiu 90% em 2018, subindo de 7,4 mil para 14,2 mil.

Por ser uma plataforma onde a concorrência é alta, se diferenciar é fundamental para atrair um grande número de clientes, principalmente para pequenas empresas, que não tem tantos recursos para fazer divulgação.

E neste conteúdo você vai aprender como os marketplaces podem ajudar as pequenas empresas a aumentar as vendas.

Como funcionam os marketplaces

Para entender o que é marketplace e as razões para muitas empresas escolherem essa plataforma é preciso conhecer os seus benefícios.

Entre os principais benefícios dos marketplaces é a disponibilidade de produtos. Não existe exclusividade de empresas nessas plataformas, podendo fazer com que uma pequena empresa possa competir igualmente com gigantes do mercado.

Outro benefício para o lojista do marketplace é em relação aos custos. Não é necessário investir em hospedagem, design e grandes investimentos em divulgação, pois tudo isso já é disponibilizado pela plataforma.

A única contribuição que o lojista deve fazer ao operador do marketplace é uma taxa paga a cada venda, que pode variar de acordo com cada loja virtual.

Dicas para vender em marketplaces

Por ser um ambiente altamente competitivo, o vendedor precisa oferecer condições que tornam o seu produto único no marketplace para superar a concorrência.

Essas lojas virtuais oferecem grande visibilidade para os vendedores, devido ao bom posicionamento nos sites de busca.

Mas para o lojista ter vendas é preciso ir além. É necessário seguir algumas dicas para ter resultados nessas plataformas, como:

Faça uma boa descrição dos produtos

Cada marketplace tem os seus requisitos nas descrições dos produtos. Portanto, sempre esteja em contato com o gerente da loja para evitar futuros problemas.

Um dos principais elementos para ter uma descrição de destaque é o conteúdo. Na definição do texto que irá produzir, seja informativo e dê os detalhes técnicos do produto, mas também foque na venda.

Escolha também palavras-chave que são procuradas pelos usuários. Caso tenha dificuldade em encontrá-las, faça um estudo de palavras no Google Adwords, e procure pelo termo e pelo volume de busca delas.

Cuidado com as imagens

As imagens são elementos fundamentais no anúncio de um produto nos marketplaces. Pois elas ajudam no posicionamento na plataforma e nos buscadores.

Por isso, as fotos devem ter alta qualidade e que seu tamanho seja acima de 1000 pixels. Isso porque permite ao consumidor utilizar o zoom do marketplace para ver mais detalhes do produto.

Outra dica é tirar várias fotos de diferentes ângulos e cores, pois isso dará mais opções e detalhes para os clientes na visualização do anúncio, aumentando as chances de venda.

Chame a atenção do cliente

Para um lojista saber como vender pela internet e em marketplaces é necessário ser diferente da concorrência.

Um dos principais atrativos para atrair clientes é o preço. Faça uma pesquisa de mercado e da concorrência para oferecer valores e condições melhores no mercado.

Mas atenção com o preço do produto. Ele não pode ser muito baixo, pois isso prejudica a margem de lucro, nem alto demais, algo que pode afugentar os clientes.

Aumente as suas vendas nos marketplaces

As lojas marketplaces estão em amplo crescimento no Brasil, tornando-se uma oportunidade para as empresas aumentarem suas vendas pela internet.

Nos marketplaces, todas as empresas concorrem entre si, podendo ser uma oportunidade para as pequenas companhias, que podem competir igualmente com as gigantes do mercado.

Para se destacar da concorrência, produza um texto de qualidade na descrição, disponibilizando os detalhes técnicos do produto e, ao mesmo tempo, ser atrativo para o cliente.

Atenção também nas imagens. Elas devem ser de boa qualidade para chamar a atenção do consumidor e que permita ver todos os detalhes do produto.

E chame a atenção do cliente. Pratique preços competitivos para atrair o cliente para o seu anúncio e se destacar da concorrência nesse mercado.

Esse artigo foi escrito por Mateus Portela, Assessor de Imprensa do Marketing para Indústria.



Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Analista de sistemas, conheci a otimização de sites (SEO) em meados de 2007 e venho me aperfeiçoando desde então. Nas horas vagas me dedico a projetos pessoais de desenvolvimento e marketing. São poucas as coisas que gosto e quase todas envolvem tecnologia.

Comentários