Como Gerar Tráfego Orgânico para o seu Site

O que é Tráfego Orgânico?

Tráfego orgânico são todos os acessos de usuários que entram em seu site através de uma pesquisa realizada nos mecanismos de buscas, como Google, Bing e Yahoo, excetuando-se as visitas provenientes de cliques em links patrocinados.

Neste artigo iremos considerar o Google como o mecanismo de busca principal, pois ele é o mais utilizado no Brasil e no mundo.

A Importância do Tráfego Orgânico

O tráfego orgânico é muito importante para qualquer site, pois é o principal gerador de visitas, além de ser totalmente gratuito.

De quase nada adianta ter um site, se o mesmo não está indexado (incluso) nos mecanismos de buscas, pois o usuário não irá encontrá-lo ao fazer suas pesquisas.

Esta situação seria o mesmo que se você confeccionasse vários cartões de visitas e não os entregasse aos clientes. Ou seja, os cartões existem, mas não serão apreciados ou consultados, e não exercerão sua função.

Mas, para resolver este problema, existem alguns passos imprescindíveis que farão com que o seu site seja encontrado no Google pelos usuários, aumentando, assim, o seu tráfego orgânico:

  • Keywords
  • Conteúdo
  • Autoridade

Keywords

A utilização de keywords ou palavras-chaves é muito importante para que o usuário encontre o seu site. É através das keywords no título, na descrição e no conteúdo que o Google e outros buscadores irão entender que aquela página trata do assunto que o usuário está buscando.

Todavia, fazer o uso excessivo da keyword, ou seja, ter uma alta densidade da palavra-chave escolhida, pode ser prejudicial. O ideal é que a densidade da keyword esteja entre 1 e 3%.

Além da densidade, outro fator importante para melhorar o seu tráfego orgânico é a análise da relevância da palavra-chave definida e a utilização correta da mesma. Não adianta incluir uma determinada keyword em todo o seu conteúdo, sem que haja um planejamento bem pensado previamente de SEO.

Conteúdo

O conteúdo de um site é fundamental para que o mesmo seja encontrado nos buscadores, fazendo com que o seu tráfego orgânico aumente.

Por exemplo, se você tem um artigo sobre máquinas pesadas e o seu site está indexado no Google, quem pesquisar por este assunto certamente irá encontrar o seu artigo, mesmo que ele não esteja nas primeiras posições.

Para que ele conquiste um melhor posicionamento, é importante que seja realizado um check list de SEO para otimização de sites.

As palavras-chaves escolhidas para o artigo devem estar distribuídas ao longo do texto, bem como no título e, se possível, pelo menos uma vez em cada subtítulo utilizado (H2, H3, H4, etc.). Desta forma, a importância da palavra chave será alta.

Mas isto não é tudo! Leia um pouco mais a respeito de estruturação de conteúdo para web neste artigo Hierarquia do Site para Planejamento de SEO.

Autoridade

Existem dois fatores de autoridade trazidos pelo MOZ:

  • DA (Domain Authority – Autoridade de Domínio)
  • PA (Page Authority – Autoridade da Página)

Backlinks

Um fator muito importante para subir, tanto o DA quanto o PA são os backlinks, sobre os quais você pode saber mais no texto Técnicas de SEO para Sites.

Links Internos

Os links internos trabalham da mesma forma que os backlinks. Porém, a diferença é que os backlinks são links externos, e os links internos (como o próprio nome já diz) são links em seu site que apontam para outras páginas dele próprio.

Através dos links internos, você indica aos buscadores onde está o conteúdo do seu site relacionado a determinada palavra-chave, e isto faz com que o seu tráfego orgânico ganhe mais força.

Conteúdos Autorais

De nada adianta aplicar tudo o que foi ensinado acima, se você posta em sua página um conteúdo plagiado de outros autores. Para que tudo o que foi dito funcione de forma realmente eficiente, o seu conteúdo deve ser autoral e exclusivo.

Redes Sociais

O uso das redes sociais também é muito importante: uma dica para melhorar o seu tráfego orgânico através delas é fazer um post do seu artigo nas redes sociais com um link para o usuário ler o artigo completo. Isto, inclusive, irá facilitar a interação do usuário com você ou sua empresa.

Além disto, compartilhar o link do seu artigo em redes como o Facebook fará com que a sua página seja indexada mais rapidamente pelos mecanismos de busca. Isto se deve ao fato de que os robots dos buscadores fazem o crawl nas redes sociais com muito mais frequência do que no restante da web.

Conclusão

Este artigo foi escrito para servir de guia inicial para o seu trabalho de SEO. Nenhum dos tópicos mencionados estão aprofundados no tema, portanto, é necessário ler mais sobre cada assunto para que você possa aplicar com perfeição as técnicas em seus artigos e, assim, atingir os seus objetivos.

Para te ajudar nisto, selecionamos alguns conteúdos relacionados:

Fale com a Cia Web Sites

E, se você ainda tem dúvidas sobre o assunto e gostaria de conversar com um de nossos consultores, entre em contato agora. Nossa equipe está pronta para te apoiar em tudo o que você precisar a respeito de sites.

+55 (31) 3564-2776 | contato@ciawebsites.com.br | Fale com a Cia Web Sites



Lucas Ferraz

Lucas Ferraz

Analista de sistemas, conheci a otimização de sites (SEO) em meados de 2007 e venho me aperfeiçoando desde então. Nas horas vagas me dedico a projetos pessoais de desenvolvimento e marketing. São poucas as coisas que gosto e quase todas envolvem tecnologia.

Comentários

WP Smush: Como Tratar Imagens para Sites em WordPress

Trate as imagens do seu site em WordPress com WP Smush

Neste artigo, você irá entender o que é o plugin WP Smush, para que ele serve e como utilizá-lo para turbinar a velocidade do seu site através do tratamento das imagens. Então, vamos ao assunto!

A importância do Tratamento de Imagens para sites em WordPress

Uma importante etapa para que a criação de seu site em WordPress seja feita de forma satisfatória é o tratamento de suas imagens. Ao otimizar as imagens do seu site, você consegue economizar um tempo considerável no carregamento das suas páginas no navegador, quando acessadas pelo usuário.

Tendo em vista que, nos dias de hoje, as pessoas estão com a informação cada vez mais próxima, isto faz com que elas também fiquem mais impacientes. Acessar um site lento é um terror, e ninguém tem paciência para esperar.

Caso um usuário entre em seu site e o tempo de carregamento seja muito grande, ele, possivelmente, irá desistir de acessá-lo, antes mesmo do site terminar de carregar. E um dos fatores que geram este problema são as imagens pesadas.

E, para te ajudar a resolver esta situação, hoje eu trago uma dica para tratar imagens do seu site em WordPress – o plugin WP Smush (Smush Image Compression and Optimization). A função deste plugin é fazer o tratamento, tanto das imagens que já estão postadas em seu site como das que ainda serão adicionadas.

Como fazer o Tratamento de Imagens com o WP Smush

Dependendo de como o seu site foi desenvolvido, as imagens podem não ter passado por um tratamento adequado, o que futuramente virá, possivelmente, a se tornar um transtorno. Veja agora o passo-a-passo de como utilizar o WP Smush e fique livre de vez deste problema!

Instalando o WP Smush

A instalação é simples e pode ser feita na página de plugins do seu site em WordPress. Busque o plugin e clique em instalar. A versão atual é a 2.7.4.1 e pode ser instalada em sites no WordPress 3.5 ou superior.

Após instalado e ativado o WP Smush, você será redirecionado para a página de configuração. Caso isto não ocorra, é possível localizar o painel no menu Mídia > WP Smush.

Clicando em Re-Check Images, o WP Smush faz uma verificação em seu site e identifica todas as imagens que necessitam ser compactadas. Após esta verificação, basta clicar em Bulk Smush Now e aguardar.

WP Smush 1

Detalhes sobre o Tratamento de Imagens com WP Smush

O plugin WP Smush possui uma versão paga e outra gratuita, sendo que esta última funciona muito bem, porém, com algumas limitações. Uma das diferenças, que acaba incomodando um pouco, mas não é nada exagerado, é que a versão gratuita otimiza apenas 50 imagens por vez, te obrigando a reiniciar o processo para continuar tratando o restante das imagens do site.

Em se tratando da versão paga, uma das vantagens que ela oferece é permitir uma melhor compactação das imagens, trazendo resultados mais satisfatórios. Os efeitos são realmente impressionantes e podem ser acompanhados enquanto o processo de otimização acontece.

Uma opção interessante que o plugin oferece, tanto na versão gratuita quanto na paga, é a de redimensionar imagens no momento do upload. Isto impede que arquivos gigantes subam para o seu site. Além disto, caso deseje otimizar alguma imagem em específico, você pode localizar a opção de compactação na própria imagem em Mídias.

WP Smush 2

Conclusão

Este post visa apresentar a você as funcionalidades do plugin WP Smush, que atende muito bem e cumpre o que promete ao tratar as imagens do seu site em WordPress.

E, agora que você já conhece os detalhes desta ferramenta bastante útil e prática, faça o teste em seu site e veja o quanto você pode melhorar o carregamento de suas páginas com o WP Smush.

Fale com a Cia Web Sites

Mas, se mesmo assim, ainda ficaram dúvidas sobre o como tratar imagens do seu site em WordPress com o WP Smush, não se preocupe! Você pode contar com a ajuda dos profissionais da Cia Web Sites, uma das principais agências de criação de sites do Brasil. Eles irão te auxiliar em todo este processo, numa parceria mútua de identificação de problemas e proposta de soluções:

+55 (31) 3564-2776 | contato@ciawebsites.com.br | Fale com a Cia Web Sites

E aí, curtiu o texto sobre tratamento de imagens com o WP Smush?

Então, leia também outros artigos relacionados:

Frameworks no PHP
Animação CSS
Materialize
O que é Bootstrap?



Juliano Moura

Juliano Moura

Desenvolvedor Front End, graduado em Sistemas de Informação. Gosto de games, filmes, séries e jogar poker online ou com amigos. Sou um cara tranquilo, prestativo e estou sempre disposto a aprender coisas novas.Nada como um bom Rock acompanhado de uma cerveja bem gelada e churras.

Comentários