Por
02 jul 2019

Atualizado em: 04 jul 2019

Densidade de Palavra Chave: cuidado para não exagerar na dose!

Engrosse o caldo da sopa de letrinhas e prove: como está a densidade de palavra chave? Igual ao tempero dos pratos, equilibrar esse condimento é essencial para seu conteúdo “cheirar bem” aos mecanismos de busca!

A essa altura do campeonato, muitos empreendedores digitais já sabem que as sentenças chave têm forte influência no ranqueamento de páginas.

Mas em relação à consistência dessas palavras chave, como o Google encara isso?

Basicamente, são as palavra chave que norteiam todo o trabalho de redação de conteúdo e otimização de sites SEO.

densidade de palavra chave

Afinal de contas, elas são pensadas a partir da vontade das personas, que são seus clientes ideais. Sendo assim, é válido mensurar a quantidade de keywords que devem ser aplicadas em um texto.

Logo, é relevante entender o conceito de densidade de palavras chave para aplicar com sucesso suas estratégias de SEO On Page – ou seja, as técnicas trabalhadas internamente nas páginas do seu site.

Aprenda aqui Como ser um Jedi no SEO On Page.

E para saber tudo sobre a densidade de palavra chave e como aplicar efetivamente, não perca este post!

Densidade de palavras-chave: o que é?

densidade de palavra chave

É fácil entender o que é densidade de palavras-chave: basicamente, é a quantidade de vezes que o termo definido como alvo aparece em um conteúdo, artigo, texto ou imagem.

Então, não é raro que muita gente acredita que, quanto mais vezes a sentença aparece, melhor para a autoridade e posição do texto no ranking, certo?

Errado, não é assim necessariamente que acontece uma otimização eficiente.

Manter certa densidade da palavra chave ao longo do texto é importante para indicar para os motores de busca a temática do que está sendo tratado ali de modo equilibrado.

E para alcançar isso, é preciso definir um limite que vamos abordar a seguir, continue acompanhando!

E Keyword Stuffing?

Keyword Stuffing é uma prática de SEO black hat bem antiga. Os profissionais do marketing, primórdios do Google, costumavam inserir a mesma palavra chave excessivamente e sem muito critério, de forma bem aleatória.

O modo aleatório e a repetição excessiva fazia com que determinadas keywords fosse ranqueada de maneira mais rápida.

Mas como nem tudo são flores, essa prática foi vista com maus olhos e o buscador precisou tomar algumas medidas.

Isso porque, a cada dia que passa, ele ressalta ainda mais a qualidade dos conteúdos, além de evidenciar a boa experiência do usuário.

E com palavras disseminadas no texto sem fazer o menor sentido no contexto do conteúdo, o exagero é enxergado como algo semelhante ao spam.

🚫Proibido Exagerar na Dose!🚫

Para conter os excessos, uma das providencias foi atualizar seus algoritmos para identificar o uso demasiado de palavras chave e até mesmo penalizar sites que fazem isso como forma de tornar a experiência de busca e os resultados forçosamente mais relevantes.

Páginas que são identificadas praticando o keyword stuffing podem ser consideradas lixo eletrônico, um sinal de baixa qualidade de conteúdo.

Além de não agradar à ferramenta de busca, sempre que isso acontece, a tendência é você desagradar também seu público-alvo.

Acontece que logo que o usuário acessa seu site e se depara com uma repetição desnecessária, ele vai sair e clicar em outro site que entregue um conteúdo melhor, respondendo o que procura.

densidade de palavra chave

Esse “entra e sai” é péssimo porque pode comprometer gravemente a sua taxa de rejeição!

Inclusive, se você trabalha com vendas, a conversão será muito mais difícil enquanto a taxa de rejeição estiver nas nuvens.

É provável que nem mesmo você vai querer comprar de um site que não oferece a informação completa e plausível sobre o que você procura, concorda?!

Existe um densidade de palavra chave ideal?

Até agora, você entendeu que distribuir as palavras-chave nos conteúdos de forma assertiva é a melhor maneira de se dar bem aos olhos do Google e também do seu potencial cliente.

Você também aprendeu que o Keyword Stuffing é uma prática muito arriscada que pode despencar a colocação de suas páginas, em vez de impulsionar que é o que todo investidor digital deseja.

Então, será que realmente existe uma densidade de palavra-chave ideal?

densidade de palavra chave

Esse é o grande ‘X’ da questão, a pergunta que todos os profissionais de marketing digital e produtores de conteúdo vivem buscando sanar, estudando, obtendo novas orientações, testando e avaliando os resultados.

Enquanto antes, com a prática de keyword stuffing o objetivo era inserir o máximo de expressões possível, hoje todos querem encontrar o equilíbrio entre a densidade de palavra-chave ideal, sem prejudicar a experiência do usuário, claro.

Neste ponto, vários especialistas renomados recomendam que a frequência ideal de keywords em um conteúdo deve estar entre 1% e 3%, não devendo ultrapassar esse índice.

Verificador de Densidade de Palavra Chave

Se este componente ocupa mais que 3% do tamanho do seu conteúdo, isso pode começar a ser considerado redundante pelo Google, desagradando também os usuários do seu site.

Para evitar ultrapassar a cota e, automaticamente, exagerar na dose, uma boa alternativa é aderir ao Verificador de Densidade de Palavra Chave.

Ele mede a densidade de palavras-chave de seus conteúdos e algumas ferramentas até sugerem possíveis ajustes.

SEMrush, Moz e Ahrefs são exemplos de verificador de densidade de palavra chave que analisam a quantidade total de palavras do texto e te ajudam a não passar para um nível abusivo.

Enquanto o SEOquake pode ser instalado como extensão em seu próprio navegador para conferir não só a densidade de palavra-chave, como também outras características relevantes à otimização da página.

4 Dicas para Produzir Conteúdos Otimizados Sem Pecar na Densidade de Palavra-chave

densidade de palavra chave

1. Priorize a Qualidade do Texto

A principal dica quanto à densidade de palavra-chave é não se preocupar tanto com a menção do termo no texto, mas sim com a experiência do usuário. 

Produza artigos com leitura fluida, assim a Keyword aparecerá de forma bem natural, sem ser “forçada” no conteúdo e o Google entenderá que as informações contidas ali são relevantes para aquela intenção de busca.  

Lembre-se sempre que o foco da produção de conteúdo deve ser o usuário, e não os algoritmos do Google. Proporcionar uma leitura agradável é essencial para que um texto seja considerado de qualidade. 

2. Considere Outras Referências

Foque-se na criação de uma estratégia à base de conteúdo que realmente possa ajudar o seu público a esclarecer as dúvidas que tem sobre o tema em questão. Se quiser adotar uma estratégia em torno da palavra-chave, tenha em consideração a semântica e os termos relacionados. O Google tem isso em consideração”.

(FAUSTINO, Paulo. Marketing Digital na Prática: como criar do zero uma estratégia de marketing digital para promover negócios ou produtos; DVS Editora; 2019)

Tendo em vista essa dica de ouro famoso especialista acima, priorize as expressões e termos relacionados com significado idêntico ou similar às keyword alvo.

E fique tranquilo porque isso não vai não vai impactar negativamente o ranqueamento do seu site, porque o buscador sabe identificar e reconhecer muito bem aquilo que tem realmente a ver com o assunto abordado.

3. Distribua Bem as Keywords

A última dica, mas não menos importante é distribuir as palavras do seu planejamento em locais estratégicos da página.

Entre eles, a URL, o título principal, a meta tag description, o alt tag das imagens, os textos âncoras de links e logo no primeiro parágrafo de seus conteúdos.

Assim, o Google entende mais rápido qual é o foco da sua abordagem que não fica ameaçada de “cair na malha fina” do keyword stuffing.  

Você acabou de aprender o que significa Densidade de Palavra Chave e, “de quebra”, aprendeu métodos eficientes de adequar suas estratégias de otimização.

4. Acerte a Mão no Preparo!

Muitas vezes, o SEO depende de temperos mantidos em segredo e a produção de conteúdos consistentes demanda tempo, testes, prática, erros e acertos.

Tal qual como ele, não é possível definir um número exato de palavras chave para otimizar seu texto.

Mas você pode criar textos super interessantes com um aroma que agrada ao Google e, principalmente, um sabor que encanta e cativa seus potenciais clientes! Assim eles vão querer repetir sempre!

Use as keywords com bom senso e de forma espontânea e, diante de quaisquer dificuldades, não se acanhe em pedir ajuda: somos uma agência de marketing digital, especializada na criação de sites e criação de conteúdos competentes.

Navegue em nosso site para saber mais sobre nossos serviços, e até a próxima!



Mariana

Mariana

Jornalista que quase já foi advogada. Especialista em redação para web, memes, séries e pagode dos anos 90. Cada dia mais tatuada. Acredita que escrever também é terapia.

Comentários