Entenda porque o Psicomarketing é uma tendência promissora no mercado atual

A prerrogativa de qualquer empresa, em geral, é vender. Quem não quer manter alto o seu ticket médio?

É denominador comum que as chances de sucesso de qualquer negócio são maiores quando se evita o chato “churn rate”, isto é, o abandono ou cancelamento de clientes. 

Mas como a psicologia do marketing ou psicomarketing está envolvido nesse processo? É possível utilizar fundamentos do inconsciente humano para melhorar as conversões e transformar prospects em clientes?

Para esclarecer esse conceito e suas vantagens em qualquer time de marketing, acompanhe a leitura e fique por dentro!

 

Marketing e psicologia podem ter um casamento perfeito?

Sim! Não só podem, como devem!

Inclusive, esse relacionamento (muito saudável!) funciona naturalmente na maioria das estratégias de marketing, principalmente com o advento das tecnologias mobile

Se a loja online do seu amigo pequeno empreendedor oferece um ambiente agradável, um apelo visual bonito, com cores agradáveis aos olhos, por exemplo; as chances de que pessoas visitem o site é bem maior.

Pode parecer inviável num primeiro momento, mas centrar-se no comportamento do consumidor é uma das estratégias mais inteligentes do marketing atual, ok?

Isso acontece, pois um trabalho cuidadoso voltado para a psiquê humana é capaz de criar uma resposta positiva nas pessoas que consomem seu conteúdo, graças à uma gama de estímulos que, muitas vezes, acontecem de forma não consciente.

Assim, nota-se como o psicomarketing é transformador para conquistar leads qualificados e o mais interessante para nós: fidelizá-los! 🧠

 

O psicomarketing garante fidelização de clientes ou é conto da carochinha?

Acredite: o psicomarketing faz TODA a diferença nas vendas!

Já ficou claro que a mente humana aprende a responder a estímulos, certo? 

Pensando nisso, fica evidente que os leads ou visitantes do seu site/blog procuram ser compreendidos! Isto é, entender as subjetividades do seu cliente ideal é a forma mais promissora de mantê-lo interessado em seu negócio. 

Dessa forma, o psicomarketing entra como um fator psicológico que influencia bastante as vendas e também a forma como o lead lembra de sua marca.

Já que, de acordo com a pesquisa CNDL/SPC Brasil  97% dos internautas buscam informações online antes de comprar em lojas físicas, por exemplo, isso demonstra a importância do seu produto possuir um DIFERENCIAL.

É através dele, desse impacto emocional, que alguém resolve comprar X marca ao invés de Y!

Mas o que acontece na mente durante o processo de decisão? O que leva uma pessoa a comprar um determinado produto e não outro?

De modo geral, para nós, publicitários de carteirinha, basta compreender que os consumidores modernos são totalmente ativos e querem se sentir únicos, então se o seu serviço ou produto oferece isso, bingo!

Veremos a seguir alguns itens que o psicomarketing agrega. Preparado?

 

Ferramentas de psicomarketing 

Até o momento sintetizamos os fatores positivos de uma empresa que investe com responsabilidade em psicologia do marketing.

Agora que você já entendeu que clientes não são somente assujeitados pelo que você diz sobre seus produtos, mas por experiências mentais nem sempre racionais, vamos listar alguns exemplos de estratégias que fazem toda a diferença.

 

  • Estímulos sensoriais

As cores causam um impacto mental súbito, você já deve ter notado. 

O conforto que um design limpo e alegre causa no usuário é fator determinante para que ele saia do seu site feliz. 

84,7% dos consumidores acreditam que as cores de um produto são significativas para a decisão final de compra, então, estar atento às cores, tanto do seu site, quanto de sua loja física é uma forma de garantir que as pessoas voltem.

Da mesma forma, imagens e toda a linguagem visual também são super atrativas no merchandising! Não deixe de usá-las!

 

  • Inovação

Como dissemos, clientes querem se sentir únicos. Para isso, eles buscam o produto/serviço mais personalizado e moderno.

Se sua marca acompanha as tendências do mercado e se preocupa com a experiência do cliente, a chance de que ele retorne é imensa!

 

  • Comunicação cliente-empresa

Quando se soma às características anteriores com uma comunicação coerente entre o cliente e a empresa os resultados são bombásticos.

O psicomarketing busca compreender as necessidades das pessoas e traça esse perfil psicológico visando solucionar problemas. É natural que a confiabilidade da marca cresça à medida que o cliente sente que há uma relação amigável acontecendo ali. 

 

  • Venda consultiva

Para o psicomarketing, a empatia conta muito! Assim, uma venda consultiva e com propósito também é uma estratégia excelente na fidelização de clientes. 

 

  • Recompensas

Um “mimo”, seja em desconto, seja em presentes ou promoções, ajuda muito a transformar leads em clientes. Ao se sentir valorizado pelo serviço, o cliente aciona um gatilho mental de exclusividade!

 

Estamos chegando ao fim do texto! Ficou convencido que o psicomarketing é uma estratégia interessante para o seu negócio?

Deixe seu comentário abaixo e conte suas experiências!

Acompanhe também outros conteúdos na íntegra, aqui no site da Cia!

 

Boa leitura e até breve! 😘👨‍💼



Radação Cia Web Sites

Radação Cia Web Sites

Especialista em criar e otimizar sites há quase uma década. Eficiência em gerar resultados cada vez melhores, elevar o posicionamento do site e superar as expectativas dos clientes! 😉 Adora estudos, aprendizado, organização, dedicação, criatividade e "gente boa" - pessoas competentes que tornam tudo isso possível!

Comentários