Universo digital: 5 empreendedoras que usaram a seu favor

Pamela Neri Por Pamela Neri em 8 março, 2022 ~ 9 minutos de leitura
Universo digital: 5 empreendedoras que usaram  a seu favor

O dia da mulher surgiu em 1921, a data foi escolhida por marcar uma grande mobilização de mulheres européias em prol do direito ao voto e melhores condições de vida. 

Essa manifestação mobilizou mais de 90 mil russas e ocorreu durante a Primeira Guerra Mundial. Porém, foi só em 1975 que a ONU oficializou o dia 8 de março como Dia Internacional da Mulher.

Para celebrar essa data tão importante, trouxemos a história de 5 empresas que, além de terem uma mulher à frente dos negócios, também compartilham da mesma convicção: o digital é essencial para qualquer empresa em 2022. 

Quer entender como essas empreendedoras usam e abusam das ferramentas que o marketing digital disponibiliza para alcançar seus objetivos? Acompanhe o post a seguir:

Kátia Soares – MK Higienização

Juntamente com seu esposo, Kátia Soares está à frente da MK Higienização, empresa que atua na limpeza e higienização de estofados e tapetes em toda a grande São Paulo. 

Kátia teve seu primeiro contato com o trabalho aos 13 anos, quando ajudava seu tio na empresa de lavagem de sofá. 

Pós graduada em Recursos Humanos, ela conta que empreender não estava em seus planos iniciais, porém, a necessidade surgiu em 2015 quando seu esposo ficou desempregado. O casal já tinha uma filha, Maria Clara, quando decidiu estudar o ramo de higienização de estofados, que era o segmento que tinha mais proximidade por conta da família. 

Com o nascimento da MK Higienização, Kátia deixou seu emprego para estar à frente da parte administrativa da empresa, posição em que se encontrou como profissional e, hoje em dia, não se vê atuando em outra área. 

Como toda boa empreendedora, ela passou por algumas adversidades que só as mulheres passam. Um bom exemplo foi o nascimento de sua segunda filha:

Kátia Soares – MK Higienização

“Fui para o hospital ganhar a Maria Teresa atendendo um orçamento e, quando finalizamos a cirurgia, fechei a venda” 

O principal desafio da empresa foi se posicionar no digital. Kátia conta que não sabia por onde começar já que não possuía conhecimento na área. Hoje, a MK Higienização não possui sede física, tornando o marketing digital a principal fonte de captação de clientes da empresa. 

Atualmente, ela atribui a honestidade e transparência com que levam o empreendimento às incríveis avaliações que a empresa recebe on-line. 

Para as empreendedoras que estão começando, ela aconselha:

“Hoje em dia, há uma imensa ilusão acerca do empreendedorismo, um cenário onde acreditam que a mulher trabalha, cuida dos filhos, malha, cozinha e termina o dia com uma taça de vinho… O trabalho é árduo, cansativo e é normal não dar conta de tudo sempre, os resultados não surgem em apenas três meses mas, pra quem persiste, o reconhecimento vem e é muito gratificante.”

Thays Baesse – Viaduto Brechó

Thays Baesse tem 28 anos, e está à frente do Viaduto Brechó desde 2016. Graduada em moda, atuou por 6 anos no varejo, ambiente onde adquiriu conhecimento necessário e a garra que faltava para dedicar-se integralmente ao próprio empreendimento. 

“Eu sempre gerenciei meu tempo para me capacitar. Mesmo depois de graduada e trabalhando em shopping, me dedicava aos estudos e isso fazia com que, cada vez mais, eu percebesse que meu lugar não era ali.”

O Viaduto Brechó é um empreendimento 100% digital. Apesar de iniciado em 2016, foi em 2020 que Thays passou a se dedicar ao negócio de forma integral. Ela conta que seu maior desafio foi não ter o apoio da família, o que fez com que ela demorasse a encarar o Viaduto como seu futuro de fato e não só como uma renda extra. 

Thays Baesse – Viaduto Brechó

“Acredito que, aqui no Brasil, as pessoas ainda têm uma mentalidade de relacionar o sucesso a uma falsa estabilidade e somos sempre incentivados a buscar cargos públicos ou sair do país para alcançá-la. Só passei a ter apoio quando o brechó passou a me trazer um retorno maior do que eu tinha trabalhando em shopping”

Thays conta que a pandemia acelerou muito a migração das pessoas para o digital e isso favoreceu muito o brechó pois, antes dessa busca crescer, seu empreendimento já se posicionava inteiramente on-line. 

“O digital é tudo! Ele me possibilita alcançar pessoas que eu jamais alcançaria com uma loja física. Hoje atendo clientes do país todo e digo com convicção que o digital é o corpo do meu Brechó”

Para as empreendedoras que estão começando ela aconselha:

“Quem vive seus sonhos é apenas você! Não espere o apoio de seu parceiro, familiares ou amigos pois, dificilmente ele vai existir, principalmente quando você não possuir recurso financeiro para materializar seu projeto rapidamente. Eu sei o quanto esse apoio é fundamental mas, não desista caso não tenha! O mundo tem medo da inovação então, tenha os pés no chão e priorize um bom planejamento. Não leve para o coração quando alguém que você ama te desencorajar”

Jaque Santos – Closet Bela

Jaqueline Santos, de 36 anos, nasceu em Lauro de Freitas-BA e, lá mesmo, teve o primeiro contato com a moda, trabalhou como vendedora no atacado e também no varejo. Sentia-se, desde sempre, incomodada com o atendimento mecânico prestado pelos colegas de trabalho. 

“Sendo seres individuais, me incomodava a falta de personalização no atendimento, afinal, cada cliente tinha sua demanda, estilo e biotipo, a partir dessa reflexão, passei a estudar o assunto e buscar formas de oferecer um atendimento de excelência”

Jaque conta que ainda não conhecia o termo “colaborativo” quando teve as primeiras ideias em 2017, mas já sonhava com  um espaço comum que unisse vários profissionais de moda e beleza. 

Em 2021, durante uma conversa despretensiosa com uma amiga, atualmente sócia, o projeto saiu do papel e nasceu a Closet Bela. 

Jaque Santos – Closet Bela

“A Closet Bela nasceu com a proposta de disponibilizar um espaço para quem sempre teve desejo de ter sua loja, mas não tinha condições de montar a estrutura”

Iniciar um empreendimento em meio a pandemia não é nada fácil, mas, o digital foi fundamental para que Jaqueline pudesse se conectar a pessoas com o mesmo objetivo. Além disso, é através dele que sua empresa tem alcançado cada vez mais clientes.

Para as mulheres que sonham em ter o próprio negócio, ela aconselha:

“Não desista de seus sonhos, lute por eles, trabalhe duro e você vai colher os frutos do seu trabalho. No começo é difícil mas vale muito a pena ver vidas transformadas através do dom que o Senhor colocou em minhas mãos. É isso que me motiva todos os dias. É o  propósito que cada mulher tem dentro de si, só precisa acreditar.”

 Ester Hadassa – Negócio de Sapato

A empreendedora, Ester Hadassa, de 26 anos, é outra grande inspiração no ambiente digital. Filha de diarista e carroceiro, começou a trabalhar com 12 anos, arrumando o cabelo das crianças de sua rua. Trabalhou como balconista de padaria, operadora de caixa, atendente de farmácia e muitas outras funções antes de ter seu próprio negócio.

“Sempre executei minhas atividades com excelência em todos meus empregos. Chegava muito cedo e saía muito tarde, além de levar trabalho pra casa. Eu sabia que, se me dedicasse dessa maneira ao que amava, poderia construir o meu sonho”

Em seu último emprego, Ester conta que trabalhou por seis meses e recebeu apenas dois, grávida e deprimida, ela buscou a revenda de calçados como fonte de renda. Diante das adversidades que encontrou para achar bons fornecedores, ela teve os primeiros insights para o que viria a ser o “Negócio de Sapato”.

 Ester Hadassa – Negócio de Sapato

“Passei a estudar e buscar formas de conectar as pessoas às fábricas de forma segura e organizada e foi assim que eu comecei a Negócio de Sapato.”

Atualmente, a empresa de Ester intermedia o contato entre os fabricantes de calçados e revendedoras e já impactou a vida de mais de 6 mil mulheres, disponibilizando uma alternativa de renda extra e independência para pessoas que, assim como ela no início, não possuem recursos para iniciar um empreendimento. 

Ester ainda dá suporte às empreendedoras que desejam utilizar o ambiente digital para maximizar suas vendas e ressalta a importância do marketing em seu empreendimento.

“Sem o digital ele não existiria. Eu vivo 100% do digital, é de lá que minhas clientes novas chegam até mim e, por isso, sempre ressalto a importância da presença online para as revendedoras”

Para as mulheres que desejam empreender, Ester aconselha: 

“Não espere o melhor momento ou a melhor oportunidade, ele não vai chegar se você não estiver disposta a criá-lo.” 

Patrícia Moreno – Cia Websites

Aqui, na Cia Websites, também temos uma super mulher conduzindo processos essenciais. Patrícia Moreno tem 36 anos, é mãe, esposa e diretora aqui da agência.

Quando Toni Campos iniciou o que viria a ser a agência que conhecemos, Patrícia tocava a telepizza que o casal tinha fundado após se graduar em nutrição. 

Naquela época, eles já viam a importância do marketing digital, prova disso é que tiveram o primeiro contato com o desenvolvimento de sites quando decidiram criar um para a pizzaria. O que não imaginavam, é que isso poderia ser muito mais divertido do que fazer pizzas. 

Quando passaram a oferecer o serviço de criação de sites, a agência logo tomou forma e conquistou os primeiros clientes, sendo assim, o casal  teve que deixar a Telepizza para se dedicar integralmente ao empreendimento. 

Patrícia, ainda via o mercado digital como uma incerteza, afinal, naquela época tudo isso aqui era mato. Porém, mesmo assim buscou se capacitar e passou a tocar a agência com todo seu empenho e perseverança, atuando inicialmente no comercial e no administrativo.

Atualmente Patrícia é responsável por todo o setor de desenvolvimento da Cia Websites, também está à frente da administração e do financeiro da agência, gerindo um time apaixonado pelo que faz e empregando mais de onze famílias. 

Patrícia Moreno – Cia Websites

“Não é fácil, tem que estudar muito, trabalhar muito para dar certo! Como tudo na vida! Empreender é difícil mas vale a pena!”


Conheça um pouco mais da trajetória de Ester Hadassa e Patrícia Moreno na live que irá rolar hoje, às 20:00, no Instagram da Cia.

Pamela Neri
Escrito por: Pamela Neri