Coronavírus e marketing: o Duelo do ano MMXX

Coronavírus e marketing: Compilado de informações

Nos últimos anos presenciamos e enfrentamos muitas instabilidades de caráter econômico, político e financeiro que assolaram o Brasil. Agora, o cenário “de vacas magras” tem outro protagonista. E pior, invisível…É a nova pandemia, causada pelo COVID-19, o Coronavírus

A gravidade da situação não fica apenas por conta da ansiedade e pânico generalizado ao redor do mundo, mas também pela crise em todos os âmbitos, que impacta diretamente nas economias locais. 

Período turbulento à parte, você deve estar se perguntando: há luz no fim do túnel? 

A resposta é curta e promissora. Sim! E seu nome é marketing digital

Neste momento, muitas empresas adotaram obrigatoriamente o home office e os números da disseminação do vírus no Brasil estão, infelizmente, em crescimento acelerado. Até dia 4 de abril, a OMS registrou 10.278 casos confirmados em todo o território brasileiro, sendo 1.222 em apenas 24 hrs (sem contar a quantidade de casos subnotificados). 

O isolamento social, mais do que nunca, se faz necessário, sobretudo para evitar um colapso total de nossas estruturas de saúde pública. Evitar que a curva epidêmica cresça, é, sem dúvida, nossa responsabilidade enquanto cidadãos.

É também neste momento que investir em um planejamento diligente para não sofrer impactos mais fortes é a saída mais propícia. O último mês foi um verdadeiro desafio para todos os setores empresariais, clientes e funcionários de todo o globo. 

A mudança está batendo em nossa porta e com a população hiperconectada ficou mais fácil apostar na internet. 

Porém, se você ainda não sabe o que fazer, preparamos algumas dicas práticas para começar hoje mesmo a pensar no futuro do seu negócio a e vender durante a pandemia.

Coronavirus e marketing: a crise aumenta, o marketing digital também 

Enquanto nosso país vivencia dias de imprevisibilidade, os empresários e colaboradores, com mindest criativo, desenvolvem ainda mais as vendas pela internet

Isso porque o marketing digital é um roteiro de fuga da crise e uma maneira inteligente de contorná-la. Artesãos e comércios locais passam a ser alvo da mídia. As buscas por delivery de restaurantes ou lojas virtuais que fazem entrega aumenta a cada dia. 

A internet está provando que no duelo contra a crise, o marketing digital tem um potencial sólido de gerar resultados surpreendentes. 

print do descrimento do corona virus no google

O número de buscas por e-commerce têm ascensão significativa e os termos mais pesquisados são:

print das buscas aumentando conforme pandemia

Coronavírus e marketing: quem ganha a guerra?

Já ficou claro que a mudança no comportamento das pessoas evocará uma necessidade básica de adequação por parte de vários negócios. Para se prevenir da COVID-19, elas ficarão mais em casa e buscarão realizar suas compras online, evitando frequentar locais públicos. 

Assim, a expectativa do comércio online vai às alturas! Nessa guerra o marketing digital tem vantagem e ganha com folga!  Isso também fica evidente, pois os consumidores finais buscam informações rápidas e querem alternativas que estejam na palma da mão.

Embora estejamos cientes dos riscos atuais, é importante lembrar que a construção de seu negócio, reputação e audiência criam marcas permanentes na internet. Por esse motivo, as estratégias de marketing rotineiras ainda são positivas e o momento não é de parar, mas de se reinventar! Vamos juntos?

corona virus e marketing o duelo do ano de 2020

Marketing digital na guerra contra o Coronavírus: você sabe as vantagens?

 

  • Custo e benefício

Ao decidir pela criação de um site profissional/blog ou outras redes sociais, não podemos esquecer dos benefícios que isso trará ao seu bolso. A internet é democrática e, dessa maneira, gratuita para que possamos buscar as alternativas mais criativas.’

 

  • Autoridade

A autoridade que a sua marca vai desenvolvendo ao longo do tempo não desaparece. Nem mesmo em meio à uma pandemia! Pessoas procuram conteúdos instrutivos e que sanem uma dor que elas possuem. No e-commerce isso também não pode parar, pois assim que toda a questão de saúde pública se normalizar, haverão mais leads aptos a fazer negócio.

 

  • Vender 24hrs por dia

Não ficar preso à espaços físicos parece uma arma eficiente para as vendas. Setores de gastronomia já estão anos-luz na frente, com as infraestruturas de pronta-entrega por aplicativo, como o Rappi, Ifood e Uber Eats. Lembre-se que você não precisa, necessariamente, vender um produto em seu site, mas soluções também! Usuários de internet passam horas navegando na web e a chance de um deles esbarrar no seu produto ou prestação de serviços é gigante!

 

  • Tráfego e durabilidade

O Google é onisciente e onipresente e trabalha com inúmeros tipos de estatísticas para fazer o ranqueamento de um site nas buscas. A qualidade do conteúdo que sua marca produz e a relevância das informações aumenta esse tráfego de forma natural. Quanto mais “clicks”, mais chances de conversão, entendeu? 

Armados até os dentes, agora você já notou que o primeiro passo para vender na internet é ter um site ou loja virtual. Presença digital vence qualquer guerra econômica!

Atraia novos clientes através do Google Meu Negócio e cuide bem da reputação de sua marca. Além disso, não podemos deixar de citar uma das estratégias mais funcionais para que seu site ou e-commerce prosperem: O SEO e o SEO Local, para que a sua empresa se torne uma referência na sua região e se destaque nas pesquisas locais.

3 pontos importantes para vender na internet em períodos de crise

3 pontos importantes sobre corona virus e marketing

Ter um site:

Negócio aberto 24 hrs por dia, nos 365 dias do ano e grande alcance de novos mercados. Quer mais motivos para investir em um site? Ora, pense no baixo investimento, no fortalecimento de sua marca e nas grandes chances de visibilidade (e portanto, de vendas!). As mídias convencionais nem de longe têm tanto custo x benefício! 

Investir em SEO:

Estar no Google e, se possível, nas primeiras posições de busca é o sonho de qualquer empreendedor que se preze. Investir em estratégias vencedoras de SEO conquista esses resultados!

Postar nas redes sociais:

Ofereça conteúdo educativo para os consumidores, principalmente agora durante o período de isolamento social obrigatório. Intensificar os posts e aproveitar as redes sociais  pode contribuir para espalhar informações de qualidade e engajar positivamente seu público-alvo.
Juntamente com esses 3 pilares para vender online em tempos de crise, cabe comentar, também, que a divulgação do site e dos produtos ou serviços é fator determinante na decisão de compra dos clientes. 

Canais como WhatsApp, Mercado Livre, Instagram e até o Messenger do Facebook também são bastante procurados. A maior dica é sempre oferecer um bom atendimento, independente da mídia social em que você seja encontrado.

O objetivo de qualquer empresário ou comerciante é vender e solucionar o problema do seu consumidor. A lógica de vender na internet é a mesma do comércio físico: é preciso garantir uma boa experiência em sua loja. 

Por isso ter um site profissional oferece resultados tão certeiros, uma vez que une capacidade de conseguir atrair contatos + convertê-los em clientes!

funil de vernda explicado e detalhado

Marketing vence a crise

Está esperando o quê? Comece agora a usar o marketing digital!

Neste conteúdo, você aprendeu sobre a utilização do marketing digital para vender na internet. Agora, é hora de começar a planejar, criar, atualizar e otimizar o seu site para impulsionar o crescimento da sua empresa durante o surto de Coronavírus.

Para entender como criar seu site e atrair visitantes, o blog da Cia Websites oferece diversos conteúdos, porém, se você preferir, pode clicar aqui e falar com um time de especialistas em aumentar as visitas do seu site.

cta como criar sua loja virtual



Tami

Tami

No meu cartão de visitas está escrito que sou Publicitária e Social Media. Porém, quando você me conhece descobre que essa parte é apenas a ponta do Iceberg. Mineira, libriana, tatuada, apaixonada por bichos, futebol americano e danças. Tenho muita "benquerança" com tudo que envolve o digital, tecnologia e jogos.

Comentários